Blog / Bem-estar / COMO EVITAR AS NOITES MAL DORMIDAS?


COMO EVITAR AS NOITES MAL DORMIDAS?

Dicas para dormir bem

31 Jul 2020 Publicado por Dietmed

Dietmed - COMO EVITAR AS NOITES MAL DORMIDAS?
 

O sono é uma necessidade fisiológica que nos permite restaurar o organismo e conservar energia, permitindo o restabelecimento do nosso equilíbrio físico e emocional.

 

A nossa saúde física e psicológica está associada à qualidade do sono, verificando-se que as pessoas com um sono saudável usufruem de benefícios nos aspetos biológicos, psicológicos, emocionais e sociais. Estas têm maior satisfação e rendimento profissional, escolar e também nas suas atividades de lazer, o que contribui para uma boa qualidade de vida.

 

Prevenção da Insónia

A insónia é a alteração do sono mais prevalente na população em geral. É definida como sendo uma perceção subjetiva da dificuldade em iniciar o sono, da sua duração, consolidação e qualidade, o que resulta em algum tipo de comprometimento durante o dia. É uma carência na quantidade e na qualidade do sono. Em Portugal, segundo um estudo publicado em 2008, estes tipos de distúrbios afetam cerca de 30% da população.

A ocorrência de insónia pode ser uma consequência de várias perturbações emocionais e físicas, do consumo de medicamentos, envelhecimento, desfasamento horário devido a uma viagem de avião (especialmente de leste para oeste), a turnos de trabalho irregulares, alterações frequentes nos horários ou o abuso de bebidas alcoólicas.

 

Dicas úteis para evitar as noites mal dormidas:

• Ter horários regulares para dormir e despertar;

• Ir para a cama apenas na hora dormir;

• Ter um ambiente de dormir adequado: limpo, escuro, sem ruídos e confortável;

• Não ingerir álcool ou café, determinados chás e refrigerantes próximos do horário de

dormir;

• Jantar moderadamente em horário regular e adequado;

• Realizar atividades repousantes e relaxantes preparatórias para o sono e

• Ser ativo física e mentalmente. Soluções Naturais

 

A privação do sono pode causar várias alterações no organismo, nomeadamente: endócrinas, metabólicas, imunológicas, físicas, cognitivas, neuronais e modificações da própria arquitetura do sono. Existem vários estudos que indicam que as pessoas que dormem menos horas têm uma maior tendência para: a obesidade, diabetes, ansiedade, depressão e outras perturbações psiquiátricas. Existem plantas medicinais e suplementos que podem contribuir de forma determinante para a obtenção de um sono tranquilo e reparador. De entre as várias substâncias, destacam-se: Valeriana, Passiflora e a Melatonina.

 

Dr. Ricardo Leite,

Farmacêutico e Diretor Técnico da DietMed