Artigos


A IMPORTÂNCIA DA DRENAGEM

Combater a retenção de líquidos

29 Abr 2019 Publicado por DietMed

DietMed - A IMPORTÂNCIA DA DRENAGEM
 

A água representa cerca de 70% do peso do corpo de um adulto. O rim é o órgão determinante para o equilíbrio hídrico.

 

A retenção hídrica, ou seja, a acumulação excessiva de água no organismo, resulta do excesso da produção, da retenção exagerada ou da insuficiente drenagem do líquido intersticial (existente entre as células), causando o edema (inchaço). A área afetada pode ser pequena, como também pode atingir a totalidade dos membros, tronco, ou da face, ou mesmo o corpo todo.

 

São vários os fatores envolvidos na retenção hídrica: aumento da pressão hidrostática no capilar (aumento da pressão arterial), alterações hormonais, insuficiência da tiróide), utilização de corticóides, etc. Não obstante, a utilização excessiva do sal (ou seja, sódio) na alimentação assume-se como um fator determinante, uma vez que, com o intuito de manter a homeostase, o organismo vai absorver mais água (a chamada retenção exagerada).

 

A água representa cerca de 70% do peso do corpo de um adulto. O rim é o órgão determinante para o equilíbrio hídrico, uma vez que pode excretar vários litros de urina por dia ou conservar a água (excretando menos de meio litro por dia). Para manter o equilíbrio hídrico, ou seja, a homeostase, os indivíduos saudáveis com uma função renal normal e que não transpiram excessivamente devem ingerir pelo menos um litro de líquido por dia. No entanto, é recomendada a ingestão de 1.5 a 2 litros por dia para proteger-se contra a desidratação e também contra a formação de cálculos renais.

 

Apesar da eficácia dos processos de metabolização e excreção das substâncias do nosso organismo, existem uma série de fatores do nosso quotidiano que prejudicam esse processo, a saber: a má alimentação, o sedentarismo, a poluição, o tabaco e a exposição constante a agentes agressivos. Esses fatores, que expõem constantemente o nosso organismo a resíduos e toxinas, vão promover uma acumulação progressiva de substâncias tóxicas que não foram eliminadas.

 

Por isso, é tão importante promover a depuração do nosso organismo, já que isto traduz-se numa progressiva intoxicação, que predispõe o organismo a adoecer e e a sofrer as consequências da absorção de substâncias tóxicas. A acumulação excessiva destas substâncias pode revelar-se por manifestações como a fadiga, digestões difíceis, perda de apetite, dificuldade em dormir, astenia.

 

Se não houver um processo que ajude a eliminar os resíduos, estes continuam acumulados no corpo e sobrecarregam os processos de eliminação.

 

Assim, considere alguns dos Suplementos Alimentares com maior relevância para a Drenagem do organismo:

 

Bétula: A sua designação em Latim é Betula alba ou Bétula pubescens. É uma grande árvore de origem Europeia e Asiática, comum também nas zonas temperadas da América do Norte. Encontra-se em bosques e matas, mas também é cultivada. Pertence à família das Betuláceas, sendo utilizadas as folhas e, por vezes, cascas e gemas.

Apresenta as seguintes propriedades:

- Nas afecções urinárias e urolitíase

- Ação diurética

- Adjuvante no tratamento do reumatismo

- Evita a formação de pedra nos rins e bexiga

 

Cavalinha: A sua designação em Latim é Equisetum arvense L. Planta herbácea vivaz, nativa da Europa, Norte de África, Sul da Ásia e América em solos argilo-silicosos, húmidos e sombrios. Apresenta as seguintes propriedades:

- Reminelarizante

- Tonificante

- Aumenta as defesas imunitárias

- Diurética

- Adstringente do trato urinário

- Útil em casos de infecções urinárias e na prevenção da litíase

- Participa na calcificação dos ossos

- Estimula o metabolismo cutâneo

- Fortalece unhas e cabelos

- Externamente, em feridas e queimaduras

 

Portanto, o recurso a práticas de vida saudáveis, bem como à Fitoterapia e aos Suplementos Alimentares, constituem opções úteis para ajudar a manutenção da homeosase do organismo, em particular favorecendo a drenagem do mesmo e posterior desintoxicação.

 

Dr. Ricardo Leite

Farmacêutico e Diretor Técnico da DietMed