Artigos


A importância de depurar

6 etapas para uma depuração eficaz

1 Ago 2018 Publicado por DietMed

DietMed - A importância de depurar
 

Depurar significa limpar, purificar. É um processo essencial para a manutenção da saúde. O nosso corpo acumula todos os dias resíduos e toxinas que o impedem de funcionar corretamente.

 

Um corpo depurado exerce as suas funções de forma mais eficiente, traduzindo-se num bem-estar geral.

 

Em Fitoterapia é aconselhável iniciar um processo de depuração antes de qualquer tratamento. Ou seja, antes de tudo, devemos eliminar do organismo todas as substâncias tóxicas e impurezas acumuladas provenientes de várias origens: ingestão de alimentos processados ou contaminados; consumo excessivo de medicamentos; poluição; sedentarismo e stress.

 

Apesar da eficácia dos processos de metabolização que ocorrem no fígado e da excreção das substâncias do nosso organismo, há uma acumulação progressiva de substâncias tóxicas que não foram eliminadas na sua totalidade. A acumulação excessiva destas substâncias pode revelar-se por manifestações como a fadiga, digestões difíceis, perda de apetite, dificuldade em dormir e astenia.

Se não houver um processo que ajude a eliminar os resíduos, estes continuam acumulados no corpo e sobrecarregam os processos de eliminação.

 

Portanto, há a considerar, fundamentalmente, 6 etapas:

 

1. Promover um bom funcionamento hepático, estimulando a “limpeza” do fígado dos metabolitos que sofrem biometabolização mas que ficaram armazenados e têm que ser eliminados pois são capazes de alterar o equilíbrio funcional do indivíduo e o seu estado de saúde;

 

2. Favorecer a eliminação dos excessos, em particular beneficiando o funcionamento dos intestinos. É importante regularizar o trânsito intestinal e reforçar a flora intestinal, no sentido de favorecer a excreção de toxinas e manter uma boa barreira imunitária;

 

3. Estimular a eliminação de excessos por via renal. A água é por excelência o agente de limpeza da natureza, quanto mais água se bebe melhor, ela limpa e tonifica todo o Tubo Digestivo, além de ser muito importante para favorecer o fluxo urinário, beneficiando o processo de eliminação dos excessos;

 

4. Ter cuidado com a alimentação, no sentido de evitar os excessos de açúcares e de gorduras. É importante bloquear a absorção dos mesmos;

 

5. Não comer em demasia. É importante aprender a controlar o apetite exagerado;

 

6. Garantir um correto aporte de fibras, que não só ajudam ao bom funcionamento do sistema digestivo, como também ajuda a controlar a saciedade.

 

Quando o objetivo é promover uma correta depuração hepática, podemos considerar as seguintes plantas medicinais e nutrientes:

- Colina

- Cardo Mariano

- Alcachofra

- Dente de Leão

- Bróculos

 

Quem deve depurar o fígado?

Todos os indivíduos que estejam sujeitos à acumulação de substâncias tóxicas, como referenciado acima. Muito importante em: doentes crónicos (por exemplo, obesos); pessoas que respondem mal aos tratamentos; pessoas alérgicas e nos polimedicados.

 

 

Ricardo Leite

Farmacêutico | Diretor Técnico da DietMed.