Blog / Saúde / ACNE: TIPOS, CAUSAS E SOLUÇÕES


ACNE: TIPOS, CAUSAS E SOLUÇÕES


5 Fev 2020 Publicado por Dietmed

Dietmed - ACNE: TIPOS, CAUSAS E SOLUÇÕES
 

A acne é uma condição de pele caracterizada pelo aparecimento de borbulhas (comedões) inflamadas e dolorosas na face, costas e ombros. A acne aparece essencialmente durante a puberdade, apesar de também se poder manifestar na idade adulta.

 

Entre os adolescentes, 3 em cada 4 desenvolvem algum tipo de acne em algum momento da sua vida, sendo mais prevalente em raparigas entre os 14 e os 17 anos e rapazes entre os 16 e os 19 anos.

 

A acne é um problema que, apesar de ser muito comum, não pode ser menosprezado. O facto de ser uma situação em que há o aparecimento de borbulhas grandes e vermelhas que alteram as feições do indivíduo, pode ter implicações a nível emocional. A adolescência é uma fase em que a aparência física assume uma grande importância especialmente a nível emocional, e a acne, especialmente nos casos mais graves, tem a capacidade de tornar a aparência pouco desejável e atrativa. Isto leva a que o adolescente sinta uma maior dificuldade em se inserir num meio social e criar o seu círculo de amigos devido a uma quebra na sua autoestima e autoconfiança. Nestas situações a família adquire um papel fundamental, dado que pode detetar possíveis consequências que se estejam a desenvolver e ajudar na sua resolução.

 

Tipos de acne

Acne vulgar: doença nos folículos sebáceos que afeta principalmente adolescentes, mas pode persistir até aos 30 anos, principalmente em mulheres. A patogénese é multifatorial e envolve uma associação entre a queratinização folicular anormal ou descamação, produção excessiva de sebo, proliferação da Propionibacterium acnes folicular e fatores hormonais.

 

Acne não inflamatória: é caracterizada pela existência de comedões (borbulhas). Os comedões fechados (pontos brancos) ocorrem quando o sebo e as bactérias ficam aprisionados sob a superfície da pele. Aparecem como pequenos pontos brancos ou podem ser tão pequenos que são invisíveis a olho nu. Os comedões abertos (pontos negros) ocorrem quando o poro se abre para a superfície e o sebo, que contém melanina, oxida e ganha uma coloração cinzenta/preta. Não é sujidade e não pode ser lavado. Estes podem durar muito tempo devido ao seu conteúdo ser drenado lentamente para a superfície.

 

Acne inflamatória: tem uma série de lesões características. As pápulas ocorrem quando há uma falha na parede folicular e há acumulação de células inflamatórias e o poro fica inflamado e as pústulas formam-se vários dias depois, quando as células inflamatórias alcançam a superfície da pele, formando pús. Os nódulos formam-se quando um folículo quebra no fundo: pode ocorrer um colapso total, causando um grande inchaço e inflamado que pode ser doloroso ao toque. Por vezes uma reação inflamatória severa pode resultar em grandes lesões com muito pus, chamados quistos. Estes têm tendência para formar cicatrizes e ao toque parecem nódulos flutuantes.

 

Causas para a acne

A causa para o aparecimento de borbulhas é desconhecida. O processo pelo qual há o desenvolvimento de uma borbulha é altamente complexo. Apesar de sabermos que um poro colapsa e bloqueia a saída do sebo, não se sabe ao certo o porquê deste processo ocorrer numa glândula sebácea e não noutra.

 

No entanto, existem vários fatores que predispõem um indivíduo ao aparecimento de acne:

- idade (durante a puberdade ocorrem várias alterações hormonais)

- género (os homens têm maior predisposição ao desenvolvimento de acne)

- doenças (distúrbios hormonais de várias causas)

- hereditariedade

- alterações hormonais (mulheres em fase de menstruação)

- dieta

- medicamentos

- higiene pessoal

- cosméticos (o uso de produtos à base de óleo pioram a acne)

- ambiente (exposição a gorduras, poluição do ar, suor)

- stress (estão envolvidos especialmente os fatores emocionais).

 

Prevenção

Não existe nenhuma maneira certa de prevenir a acne, mas pode-se minimizar o aparecimento de exacerbações. Fique com as dicas:

- Lavagem suave das áreas afetadas uma a duas vezes por dia,

- Evitar o uso de agentes abrasivos,

- Uso de maquilhagem e cosméticos não comedogénicos,

- Não usar o cabelo sobre a cara,

- Fazer uma dieta equilibrada,

- Limitar a exposição solar,

- Não espremer borbulhas,

- Reduzir o stress.

 

 

Referências

Burlando, B., Verotta, L., Cornara, L, Bottini-Massa, E. Herbal Principles in Cosmetics – Properties and Mechanisms of Action, CRC Press, New York, 2010.

Seeley, R., Stephens, T., Tate, P. Anatomia & Fisiologia, Lusodidacta, Lisboa, 3ª Edição, 2001.

http://www.skin-science.com

www.acne.org

Cheung, M.J., Taher, M., Lauzon, G.J. (2005) Acneiform facial eruptions, Can Fam Physician, 51: 527-533.

Haider, A., Shaw, J.C. (2004) Treatment of Acne Vulgaris, JAMA, 292: 726-735.