select * from artigos where seopt='curcuma' or seoes='curcuma' DietMed - Blog - CURCUMA

Blog / Soluções Naturais / CURCUMA


CURCUMA

Proptriedades e benefícios

12 Ago 2019 Publicado por DietMed

DietMed - CURCUMA
 

É da raiz da planta Curcuma, que se obtém a curcumina, o pigmento amarelo associado ao caril, açafrão e, em menor grau, ao gengibre.

 

A curcumina exerce efeitos anti-inflamatórios potentes, os quais parecem ser bastante protetores contra a progressão do cancro. No entanto, a curcumina tem efeitos adicionais anticancerígenos que são independentes dos seus efeitos anti-inflamatórios e, portanto, é uma molécula muito investigada tanto para prevenção, como para o tratamento do cancro.

 

Outras áreas de interesse, são a diminuição do declínio cognitivo relacionado com a idade, a melhoria da saúde cardiovascular, com redução dos níveis de lípidos e da placa de ateroma, bem como a redução do risco de diabetes e melhoria dos efeitos colaterais associados com a diabetes.

 

Assim, a evidência demonstra:

- grande capacidade antioxidante, aumentando significativamente os níveis das enzimas antioxidantes do organismo (SOD, glutationa, catalase) e reduzindo os biomarcadores gerais de oxidação, importante na prevenção e progressão do cancro;

- grande capacidade anti-inflamatória, melhorando várias condições/estados inflamatórios (osteoarticulares, autoimunes, doença inflamatória intestinal, cancro), com redução dos níveis de proteína C-reativa;

- efeitos analgésicos notáveis em pós-operatório, osteoartrite e sintomas de dor em geral;

- efeitos protetores cardiovasculares, como a redução da peroxidação lipídica e melhoria do perfil lipídico, redução da tensão arterial;

- prevenção de diferentes tipos de cancro (cólon-retal, próstata) e melhoria da fadiga, mucosite, depressão, sintomas muitas vezes relacionados com a terapêutica do cancro.

 

Com efeito, estas propriedades antioxidantes, ant-inflamatórias, analgésicas, entre outras, permitem uma melhoria significativa em doenças como a osteoartrite, cancro, cardiovasculares, inflamatórias intestinais, resultando numa melhoria significativa da qualidade de vida.

 

Prof. Dra. Marisa Machado

Investigadora em Fitoquímica